Plano de Mobilização e Educação Ambiental é estruturado em Pedro Leopoldo

Home » Noticias » Plano de Mobilização e Educação Ambiental é estruturado em Pedro Leopoldo

Funcionários públicos e representantes de instituições privadas e da sociedade civil organizada se reuniram na manhã desta terça-feira (10), no auditório da Prefeitura de Pedro Leopoldo para definirem juntos uma agenda ambiental para a solução do problema envolvendo os resíduos sólidos no município.

Na reunião já foram definidos de que forma cada secretaria, empresa e organização social representada poderia contribuir para promover a sensibilização popular, as ações e a divulgação de informações sobre a necessidade de separar os resíduos recicláveis.

Para o responsável pela organização do Plano de Mobilização e Educação Ambiental em Pedro Leopoldo, o Assessor Técnico da Redesol MG no Programa Novo Ciclo, Lélis Fonseca, só por meio da participação e empenho das diversas esferas do poder público e da sociedade será possível solucionar a questão. “É a partir da mobilização da população que as pessoas se conscientizam de que a prefeitura sozinha não tem condições de solucionar um problema que é de todos”, afirmou.

De acordo com a Prefeitura Municipal de Pedro Leopoldo, a cidade gastou, em 2017, com todo o serviço de coleta e transporte de lixo de todo o município, bem como o tratamento do mesmo, o valor de R$ 4.083.140,40. Ao longo de todo o ano, saem de Pedro Leopoldo cerca de 1700 caminhões de lixo em direção ao aterro que recebe os resíduos sólidos da cidade, em Sabará. No total, são 10,8 mil toneladas de lixo todos os anos.

Na visão do Prefeito Cristiano Marião, se as pessoas passarem a separar o lixo orgânico do resíduo que pode ser reciclado, serão alcançados diversos benefícios. “Teremos uma população com maior conscientização ambiental, economizaremos recursos públicos, e haverá trabalho e renda para a Ascapel, associação que coleta esses materiais”, disse Marião.

Com a definição de uma agenda comum, cada secretaria, empresa e organização social tomará ações e lançará mão de estratégias a serem consolidadas em uma nova reunião do núcleo, cujo objetivo passa a ser monitorar as ações.