Prefeitura, empresariado e sociedade se articulam para ajudar Ascapel após incêndio

Home » Noticias » Prefeitura, empresariado e sociedade se articulam para ajudar Ascapel após incêndio

Na quinta-feira (31), o galpão da Associação dos Catadores de Pedro Leopoldo (Ascapel) foi atingido por um incêndio com indício criminoso que é alvo de investigação por parte da Polícia Civil. Desde então, poder público, empresariado, representantes da sociedade civil e ambientalistas passaram a discutir alternativas para socorrer às 13 famílias envolvidas na coleta seletiva em Pedro Leopoldo.

Cerca de 10 mil quilos de materiais foram consumidos pelo fogo, o equivalente ao trabalho de um mês (mais de R$ 10 mil). O incêndio danificou eletrodomésticos, uma prensa, equipamentos e causou dano no espaço interno do galpão. O responsável pelo atentado à Ascapel destruiu ainda um dos canos da instalação hidráulica, deixando a caixa d’água do galpão completamente vazia, o que dificultou o controle do fogo.

Na última segunda-feira (4), o Prefeito Cristiano Marião, o Chefe de Gabinete, Evandro de Souza, e servidores da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos estiveram no galpão para acompanhar a transferência das prensas para uma área próxima que foi viabilizada pela Prefeitura Municipal temporariamente para que os trabalhos não sejam interrompidos. “Nós e toda a sociedade estamos indignados com o que aconteceu. Foi um atentado ao patrimônio público, à coletividade! É uma covardia muito grande  com um grupo de pessoas que tira do lixo o próprio sustento e realiza um trabalho ambiental importantíssimo em nossa cidade. A Prefeitura está dando total apoio junto à Rede Recoa, aos empresários da cidade e a sociedade, que tem se mostrado solidária. Juntos conseguiremos socorrer os associados e ampliar ainda mais o alcance do trabalho da Ascapel”, disse Marião.

Objetivando suprir o prejuízo financeiro dos associados, foram levantadas, em duas reuniões, ideias que serão implementadas a partir desta sexta-feira (6), com a realização do Pedro Leopoldo Rodeio Show. Recipientes de coleta de recicláveis serão distribuídos pelo Parque de Exposições ao longos dos dias de festa para aumentar o volume de material e renda dos associados. Áreas da Prefeitura ou administradas pelo poder público municipal serão transformadas em estacionamentos e parte do valor arrecadado será revertido para a Ascapel.

Os associados abriram ainda  uma conta bancária para a arrecadação de doações. A Secretaria Municipal de Segurança Pública (Rua Dirceu Lopes, 207, Centro) recebe, desde segunda-feira (4) alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal. De acordo com a Presidente da Ascapel, Luciene Pereira, a Associação precisa ainda de eletrodomésticos e mobiliário. Geladeira, mesa, fogão, armários, microondas, cadeiras, botijão de gás, pia de banheiro, pia de cozinha e vaso sanitário são alguns dos itens pedidos.

Reconstrução do galpão

A Secretaria Municipal de Obras ficou incumbida de elaborar um novo projeto (arquitetônico, elétrico e hidráulico) para a reforma do galpão da Ascapel. Um projeto de Segurança também tem sido pensado para evitar a ação de criminosos. Os recursos e a mão de obra necessários serão viabilizadas junto a Prefeitura Municipal, empresariado e sociedade civil.